Maio 2016

Monthly Archives

Últimas histórias

  • Exposição Fotográfica "Circuito Ambiental de Natal" será realizada no Parque da Cidade

    Exposição destaca as dez Zonas de Proteção Ambiental (ZPA) de Natal, além do Baobá do Poeta e o Bosque das Mangueiras.

    expo_ambiental1Os fotógrafos Alex Gurgel e Jailson Fernandes passaram dois meses fotografando as Zonas de Proteção Ambiental de Natal (ZPA) e vão fazer uma Exposição Fotográfica chamada “Circuito Ambiental de Natal”, que será aberta no dia 04 de junho. A exposição fotográfica é uma parceria da Associação Potiguar de Fotografia (Aphoto) e a Prefeitura de Natal através da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb).

    De acordo com o fotógrafo Alex Gurgel, a amostra fotográfica “Circuito Ambiental de Natal” tem com objetivo explorar a natureza exuberante que tem no entorno da capital potiguar, oferecendo esses espaços das Zonas de Proteção Ambiental como áreas de lazer e contemplação da natureza. “O pôr do sol visto e fotografado, em qualquer lugar do Parque da Cidade, é maravilhoso e isso precisa ser apreciado pelos turistas e natalenses”, disse o fotógrafo.

    Para o fotógrafo Jailson Fernandes, algumas das Zonas de Proteção Ambiental, como O Parque das Dunas (antigo Bosque dos Namorados) oferece trilhas guiadas através da Mata Atlântica com um mirante na Via Costeira, num visual de tirar o fôlego. “A exposição também tem o papel de conscientizar as pessoas para a importância de cada um preservar as ZPA’s porque é um espaço ecológico que servirá para nossos filhos e netos desfrutarem dessa natureza”, enfatizou.

     

    SERVIÇO

    Abertura da Exposição Fotográfica “Circuito Ambiental de Natal”

    dos fotógrafos Alex Gurgel e Jailson Fernandes

    Data do lançamento | 04 de junho

    Horário | 09h00 horas

    Local | Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte

  • Mossoró: Comerciantes reclamam da instalação de barracas na Praça da Convivência

    Genivan-Vale-maio2015

    Comerciantes da Praça de Convivência de Mossoró reclamam da instalação de tendas e barracas em frente aos seus estabelecimentos comerciais para o Pingo da Mei Dia, evento que marca a abertura da programação do Mossoró Cidade Junina. A regulamentação da utilização de espaços públicos para fins comerciais e/ou de lazer durante o evento foi feita pela Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) por meio do decreto Nº 4.640, de 16 de maio de 2016.

    A situação está incomodando os comerciantes que mantém estabelecimentos na Praça da Convivência. “Conversamos com alguns proprietários que estão apreensivos, pois com as barracas instaladas em frente a seus estabelecimentos, boa parte da população vai deixar de consumir na Praça para consumir nas barracas”, relata. Além disso, as barracas e tendas montadas na praça diminuem o espaço disponível para a circulação de clientes.

    “Os comerciantes pedem que haja uma área delimitada para a montagem das barracas. Muitos destes proprietários veem no Pingo da Mei Dia uma oportunidade para aumentar suas vendas. No entanto, com a instalação de tendas e barracas em frente a seus estabelecimentos, há um grande risco de terem prejuízos no dia”, observa o vereador Genivan Vale.

    O parlamentar levará o assunto à Câmara Municipal de Mossoró (CMM) para pedir mais sensibilidade à Prefeitura de Mossoró quanto à regularização das tendas e barracas a serem montadas para o evento junino.

    “É importante lembrar que o Pingo da Mei Dia é um evento de todos. Por isso, a liberação das barracas precisa ser feita com cautela, tanto para não prejudicar os comerciantes que mantém ponto fixo nos estabelecimentos do Corredor Cultural Professor Gonzaga Chimbinho, quanto para não atrapalhar a festa para aqueles que não irão ficar nas tendas, além de garantir a segurança dos participantes”, frisa o edil.

  • Mossoró: Comerciantes reclamam da instalação de barracas na Praça da Convivência

    Genivan-Vale-maio2015

    Comerciantes da Praça de Convivência de Mossoró reclamam da instalação de tendas e barracas em frente aos seus estabelecimentos comerciais para o Pingo da Mei Dia, evento que marca a abertura da programação do Mossoró Cidade Junina. A regulamentação da utilização de espaços públicos para fins comerciais e/ou de lazer durante o evento foi feita pela Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) por meio do decreto Nº 4.640, de 16 de maio de 2016.

    A situação está incomodando os comerciantes que mantém estabelecimentos na Praça da Convivência. “Conversamos com alguns proprietários que estão apreensivos, pois com as barracas instaladas em frente a seus estabelecimentos, boa parte da população vai deixar de consumir na Praça para consumir nas barracas”, relata. Além disso, as barracas e tendas montadas na praça diminuem o espaço disponível para a circulação de clientes.

    “Os comerciantes pedem que haja uma área delimitada para a montagem das barracas. Muitos destes proprietários veem no Pingo da Mei Dia uma oportunidade para aumentar suas vendas. No entanto, com a instalação de tendas e barracas em frente a seus estabelecimentos, há um grande risco de terem prejuízos no dia”, observa o vereador Genivan Vale.

    O parlamentar levará o assunto à Câmara Municipal de Mossoró (CMM) para pedir mais sensibilidade à Prefeitura de Mossoró quanto à regularização das tendas e barracas a serem montadas para o evento junino.

    “É importante lembrar que o Pingo da Mei Dia é um evento de todos. Por isso, a liberação das barracas precisa ser feita com cautela, tanto para não prejudicar os comerciantes que mantém ponto fixo nos estabelecimentos do Corredor Cultural Professor Gonzaga Chimbinho, quanto para não atrapalhar a festa para aqueles que não irão ficar nas tendas, além de garantir a segurança dos participantes”, frisa o edil.

  • Mossoró: Comerciantes reclamam da instalação de barracas na Praça da Convivência

    Genivan-Vale-maio2015

    Comerciantes da Praça de Convivência de Mossoró reclamam da instalação de tendas e barracas em frente aos seus estabelecimentos comerciais para o Pingo da Mei Dia, evento que marca a abertura da programação do Mossoró Cidade Junina. A regulamentação da utilização de espaços públicos para fins comerciais e/ou de lazer durante o evento foi feita pela Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) por meio do decreto Nº 4.640, de 16 de maio de 2016.

    A situação está incomodando os comerciantes que mantém estabelecimentos na Praça da Convivência. “Conversamos com alguns proprietários que estão apreensivos, pois com as barracas instaladas em frente a seus estabelecimentos, boa parte da população vai deixar de consumir na Praça para consumir nas barracas”, relata. Além disso, as barracas e tendas montadas na praça diminuem o espaço disponível para a circulação de clientes.

    “Os comerciantes pedem que haja uma área delimitada para a montagem das barracas. Muitos destes proprietários veem no Pingo da Mei Dia uma oportunidade para aumentar suas vendas. No entanto, com a instalação de tendas e barracas em frente a seus estabelecimentos, há um grande risco de terem prejuízos no dia”, observa o vereador Genivan Vale.

    O parlamentar levará o assunto à Câmara Municipal de Mossoró (CMM) para pedir mais sensibilidade à Prefeitura de Mossoró quanto à regularização das tendas e barracas a serem montadas para o evento junino.

    “É importante lembrar que o Pingo da Mei Dia é um evento de todos. Por isso, a liberação das barracas precisa ser feita com cautela, tanto para não prejudicar os comerciantes que mantém ponto fixo nos estabelecimentos do Corredor Cultural Professor Gonzaga Chimbinho, quanto para não atrapalhar a festa para aqueles que não irão ficar nas tendas, além de garantir a segurança dos participantes”, frisa o edil.

  • Mossoró: Comerciantes reclamam da instalação de barracas na Praça da Convivência

    Genivan-Vale-maio2015

    Comerciantes da Praça de Convivência de Mossoró reclamam da instalação de tendas e barracas em frente aos seus estabelecimentos comerciais para o Pingo da Mei Dia, evento que marca a abertura da programação do Mossoró Cidade Junina. A regulamentação da utilização de espaços públicos para fins comerciais e/ou de lazer durante o evento foi feita pela Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) por meio do decreto Nº 4.640, de 16 de maio de 2016.

    A situação está incomodando os comerciantes que mantém estabelecimentos na Praça da Convivência. “Conversamos com alguns proprietários que estão apreensivos, pois com as barracas instaladas em frente a seus estabelecimentos, boa parte da população vai deixar de consumir na Praça para consumir nas barracas”, relata. Além disso, as barracas e tendas montadas na praça diminuem o espaço disponível para a circulação de clientes.

    “Os comerciantes pedem que haja uma área delimitada para a montagem das barracas. Muitos destes proprietários veem no Pingo da Mei Dia uma oportunidade para aumentar suas vendas. No entanto, com a instalação de tendas e barracas em frente a seus estabelecimentos, há um grande risco de terem prejuízos no dia”, observa o vereador Genivan Vale.

    O parlamentar levará o assunto à Câmara Municipal de Mossoró (CMM) para pedir mais sensibilidade à Prefeitura de Mossoró quanto à regularização das tendas e barracas a serem montadas para o evento junino.

    “É importante lembrar que o Pingo da Mei Dia é um evento de todos. Por isso, a liberação das barracas precisa ser feita com cautela, tanto para não prejudicar os comerciantes que mantém ponto fixo nos estabelecimentos do Corredor Cultural Professor Gonzaga Chimbinho, quanto para não atrapalhar a festa para aqueles que não irão ficar nas tendas, além de garantir a segurança dos participantes”, frisa o edil.

  • Natal atinge meta de cobertura vacinal contra H1N1

    meta-hn1-natal

    A Prefeitura Municipal de Natal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), conseguiu atingir a meta de 80,63% da Campanha Nacional Contra a Influenza, imunizando 161.743 pessoas que fazem parte do grupo prioritário. O objetivo da SMS meta era imunizar aproximadamente 160 mil pessoas, o que corresponde a 80% da população total do público-alvo, que é de 189 mil pessoas, cumprindo o calendário nacional de vacinação, preconizado pelo Ministério da Saúde. A campanha segue aberta até a próxima sexta-feira, dia 3 de junho.

    A Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza tem como objetivo reduzir as complicações e as internações decorrentes das infecções pelo vírus na população alvo da campanha. Para se vacinar é preciso levar a carteira de identidade e cartão de vacinação. No caso de portador de doença crônica, é necessário levar um documento que comprove a doença.

    Entre os grupos prioritários, já foram imunizados 69.218 idosos (81,07% da meta), 5.101 gestantes (57,33%), 936 puérperas (64,02%), 25.297 trabalhadores de saúde (122,40%), 32.986 crianças entre seis meses e cinco anos de idade incompletos (66,77%), além 28.205 pessoas portadoras de doenças crônicas.

    A diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Juliana Araújo, explica que a vacinação protege a população contra três vírus: H1N1, H3N2 E Influenza B e que a meta é vacinar 80% da população pertencente ao público-alvo. “A Secretaria está engajada de modo que todas as unidades estarão abastecidas durante todo o período de campanha para garantir que o máximo de pessoas possa ser imunizada, garantindo o acesso dos grupos prioritários à vacina. A vacina é segura, não apresenta reações adversas, além de ser a forma mais eficaz para a prevenção da gripe”.

    Juliana Araújo explica ainda que a vacina contra a Influenza só não pode ser aplicada em pessoas que tenham alergia a ovo ou que estejam com febre no momento da vacinação.

    A SMS enfatiza os cuidados básicos que a população deve ter como lavar as mãos com água e sabão e evitar passá-las no rosto, principalmente na boca; evitar manter contato muito próximo com pessoa gripada; não compartilhar objetos pessoais como toalha, copo, talheres ou travesseiros e evitar locais fechados e com muitas pessoas.

    A transmissão da Influenza ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos que, após contato com superfícies recém‐contaminadas por secreções respiratórias, podem levar o agente infeccioso direto à boca, aos olhos e ao nariz.

    Os grupos prioritários e que devem tomar a vacina são crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas, trabalhador de saúde, povos indígenas, indivíduos com 60 anos ou mais de idade, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis, pessoas portadoras de outras condições clínicas especiais (doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica, doença renal crônica, doença hepática crônica, doença neurológica crônica, diabetes, imunossupressão, obesos, transplantados e portadores de trissomias).

  • Mossoró: Gutemberg Dias pede exoneração de Secretaria de Planejamento

    Gutemberg-Dias-pcdob-mossoroO presidente do Comitê Municipal do Partido Comunista do Brasil em Mossoró (PCdoB/ Mossoró), Gutemberg Dias, protocolou nesta terça-feira (30) seu pedido de exoneração do cargo de secretário de Planejamento do Município. Com a decisão, ele reforça a disponibilidade em atender os interesses do seu Partido para eventual disputa à majoritária nas eleições municipais de 2016.

    Gutemberg Dias esclarece que a entrega do cargo não significa o seu rompimento com o Partido Social Democrático (PSD) e sim o redimensionamento político para atender às necessidades do PCdoB.

    Ele também avalia sua permanência frente à Pasta de Planejamento. “Nesse período que eu assumi a Secretaria as ações foram centralizadas   no redimensionamento administrativo-financeiro, com foco na organização do orçamento, trabalho realizado com outras secretarias”, diz ele, que assumiu o cargo em novembro.

    Agora, Gutemberg Dias espera que a exoneração seja publicada no Jornal Oficial do Município.

  • Novo estatuto do ITEP é aprovado na AL

    O novo estatuto do Instituto Técnico de Polícia que passa a ser denominado Instituto Técnico de Perícia (ITEP-RN) foi votado em regime de urgência e aprovado por unanimidade pelos parlamentares na sessão plenária desta terça-feira (31).

    A mensagem foi analisada em sessão conjunta das comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), Comissão de Administração, Serviços Públicos e Trabalho e Comissão de Finanças e Fiscalização (CFF).

     

     

  • Novo estatuto do ITEP é aprovado na AL

    O novo estatuto do Instituto Técnico de Polícia que passa a ser denominado Instituto Técnico de Perícia (ITEP-RN) foi votado em regime de urgência e aprovado por unanimidade pelos parlamentares na sessão plenária desta terça-feira (31).

    A mensagem foi analisada em sessão conjunta das comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), Comissão de Administração, Serviços Públicos e Trabalho e Comissão de Finanças e Fiscalização (CFF).

     

     

  • Novo estatuto do ITEP é aprovado na AL

    O novo estatuto do Instituto Técnico de Polícia que passa a ser denominado Instituto Técnico de Perícia (ITEP-RN) foi votado em regime de urgência e aprovado por unanimidade pelos parlamentares na sessão plenária desta terça-feira (31).

    A mensagem foi analisada em sessão conjunta das comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), Comissão de Administração, Serviços Públicos e Trabalho e Comissão de Finanças e Fiscalização (CFF).

     

     

  • MPRN lança 4ª edição do Prêmio de Jornalismo

     

    mprn-300x169O Ministério Público do Rio Grande do Norte lança quarta-feira (1º) o IV Prêmio de Jornalismo da Instituição. A data escolhida é emblemática, pois marca o Dia da Imprensa no Brasil

    A quarta edição do Prêmio será apresentada pelo Procurador-Geral de Justiça adjunto, Jovino Pereira Sobrinho, e o Presidente da Associação do Ministério Público (Ampern), promotor Fernando Vasconcelos, na sede da PGJ, em Candelária. Em Mossoró, haverá transmissão por meio de videoconferência promovendo interação entre os dois locais.

    Em 2016, o prêmio do MPRN terá como tema “Democracia: informação e ação”. No total, são cinco as categorias em disputa: jornalismo impresso, radiojornalismo, telejornalismo, fotojornalismo e webjornalismo. Além disso, há possibilidade de participação também de estagiários e o incremento da entrevista como peça que pode concorrer ao prêmio.

    O Prêmio de Jornalismo do Ministério Público Estadual tem o objetivo de estimular, divulgar e prestigiar matérias jornalísticas veiculadas na imprensa local, que apresentem o trabalho do MPRN na defesa dos interesses da sociedade, as competências e atribuições constitucionais, bem como a contribuição da Instituição em suas várias áreas de atuação.

    Criado para difundir o melhor entendimento, pela sociedade e o poder público, sobre a importância e função social do MPRN, o Prêmio de Jornalismo foi realizado nos anos de 2011 e 2012, interrompido nos anos seguintes devido a dificuldades orçamentárias, e retomado ano passado graças a um esforço institucional e parceria com a Ampern.

    As inscrições deverão ser realizadas no período compreendido de 09 de setembro a 09 de novembro de 2016 por meio de ficha de inscrição disponível no portal do Ministério Público do Rio Grande do Norte na internet (www.mprn.mp.br/premiodejornalismo) que deverá ser reproduzida, preenchida, assinada e entregue no Setor de Protocolo da sede da PGJ, em Candelária, ou enviada pelos Correios, com a documentação e o trabalho concorrente.

    Para este ano, a premiação será de R$ 3.500 (1º lugar); R$ 2.500 (2º lugar); e R$ 1.500 (3º lugar). O resultado do IV Prêmio de Jornalismo do MPRN será conhecido no final do ano.

Carregar...
Congratulations. You've reached the end of the internet.